Preço do aço na China deve permanecer instável afetado por covid, diz consultoria – 14/04/2022

14 de abril de 2022

O crescimento de casos de covid-19 na China e as medidas adotadas pelo governo local para conter o avanço do vírus devem continuar afetando os preços do aço, que permanecerão “flutuantes”, segundo a consultoria Mysteel.

Em comentário, a Mysteel aponta que as siderúrgicas chinesas permanecem acumulando estoques para se proteger de uma possível interrupção do fluxo de matérias-primas decorrente do aumento do número de caso de covid-19 no país.

A consultoria ainda lembra que os estoques nas principais traders têm recuado de maneira “saudável”.

Com relação aos preços das matérias-primas do aço, a Mysteel destaca que o minério de ferro deve sofrer um pouco, devido à baixa demanda por produtos siderúrgicos e à interrupção do transporte, mas lembra que os estoques da commodity nos portos chineses têm diminuído.

“Os preços do carvão metalúrgico podem ter tendência de alta, sustentados pelo equilíbrio entre oferta e demanda”, diz o relatório. A consultoria lembra que, apesar da preferência pelo carvão local, as dificuldades de transporte afetam a oferta doméstica, o que beneficia as importações.

Outros suprimentos que podem registrar valorização nas próximas semanas são o coque e a sucata de aço, que, segundo levantamento da Mysteel com 61 siderúrgicas, está no menor nível de estoque desde de outubro de 2020.

Fonte: Valor
Seção: Siderurgia & Mineração
Publicação: 14/04/2022

Compartilhe nas redes sociais