Preço do minério de ferro voltará a cair para menos de US$ 50 por expansão de oferta da Austrália, segundo analistas

1 de setembro de 2015

Jasmine Ng

O minério de ferro está se mantendo acima de US$ 50. Mas não aposte que isso irá durar.

A constante expansão da oferta das maiores produtoras do mundo significa que os preços vão cair até o fim do ano, segundo a Capital Economics Ltd. A empresa de pesquisa com sede em Londres se junta a vários bancos, dentre eles o Goldman SachsGroup Inc. e o UBS Group AG, ao prever preços mais baixos.

O ingrediente utilizado na fabricação do aço vai cair para US$ 50 por tonelada no fim de setembro e para US$ 45 no fim do ano, disse Caroline Bain, economista sênior decommodities da Capital Economics. O minério com teor de 62 por cento avançou 3,9 por cento, para US$ 56,04 por tonelada na sexta-feira, segundo a Metal Bulletin Ltd. A commodity subiu 4,9 por cento neste mês, tendo tocado fundo com US$ 44,59 por tonelada no dia 8 de julho.

“O catalisador para a nova queda estará principalmente no lado da oferta, pois as produtoras australianas continuam aumentando a produção”, disse ela por e-mail. Os gigantes da mineração Rio Tinto Group e BHP Billiton Ltd. estão aumentando a produção para impulsionar os volumes de venda e reduzir custos, expandindo um excedente mesmo com a China, a maior compradora, desacelerando.

Oferta nova

Uma oferta nova aparecerá no mercado na forma de minério da mina Roy Hill de 10 bilhões de dólares australianos (US$ 7,1 bilhões) da bilionária australiana Gina Rinehart, que iniciará operações neste ano, disse Bain. A Rio Tinto prevê que a nova oferta será de 110 milhões de toneladas neste ano.

O minério de ferro recebeu um impulso nas últimas semanas porque as siderúrgicas daChina aumentaram a produção antes dos cortes ordenados pelo governo a algumas usinas para garantir um ar limpo em Pequim no desfile da vitória na Segunda Guerra Mundial no dia 3 de setembro, segundo Wu Zhili, analista da Shenhua Futures Co. em Shenzhen.

O Goldman prevê que o preço médio do minério de ferro será de US$ 48 por tonelada nos últimos três meses de 2015, segundo um relatório de 14 de agosto. No dia 17 de agosto, o UBS antecipou que a média para o ferro seria de US$ 51 por tonelada no segundo semestre.

Fonte: Infomoney
Seção: Mineração
Publicação: 01/09/2015

Compartilhe nas redes sociais