Retomada da economia aumenta confiança da indústria automobilística

4 de outubro de 2017

Analistas também avaliam que a queda dos juros, da inflação e a recuperação do emprego colaboraram para que os empresários tirem projetos da gaveta. O cenário mostra um aumento da confiança industrial. “Acredito que a confiança impacta na questão de expectativas. Quanto melhor o movimento das expectativas da inflação, mais os empresários se sentem confiantes”, explicou o analista Marcio Milan, da Tendências Consultoria.

Nesse contexto, diz Milan, o “pulso firme” do Banco Central contribuiu para acalmar as expectativas e controlar a inflação. “O Banco Central conseguiu uma vitória bastante considerável se considerarmos o patamar em que a inflação se encontrava a as incertezas no período”, afirmou.

André Macedo, técnico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), explicou que, com a recuperação da economia, a indústria tem apresentado resultados positivos. Em julho, no último dado divulgado, o País registrou o quarto crescimento consecutivo no ramo industrial. Para ele, o setor automotivo foi um dos destaques na comparação entre julho e igual mês do ano passado, com o maior ritmo produtivo.

“Para além desse movimento sequencial de crescimento na produção, chama a atenção o perfil disseminado de taxas positivas”, ponderou. “Ainda que o comportamento positivo não recupere as perdas dos últimos dois anos, conseguimos enxergar uma trajetória ascendente”, argumentou o técnico.

Fonte: Portal Brasil
Seção: Automobilística & Autopeças
Publicação: 04/10/2017

Compartilhe nas redes sociais