Usiminas poderá elevar preços no segundo semestre

29 de abril de 2013

O vice-presidente comercial e diretor vice-presidente de siderurgia da Usiminas, Sérgio Leite, diz vislumbrar um viés para potencial aumento de preços no segundo semestre do ano. O aumento, diz ele, dependerá do comportamento da economia brasileira. O executivo lembrou que a empresa já fez ajustes em janeiro e novos foram implementados entre março e abril.

‘Não vemos riscos no que diz respeito a não conseguir implementar esses reajustes’, disse o executivo. Ele informou que a empresa vem trabalhando forte na área de serviços e para agregar mais valor a seus produtos, de forma a garantir fidelidade de seus clientes. Os preços, diz ele, no mercado interno dependem do comportamento internacional, que vem mostrando estabilidade.

Vendas siderúrgicos

A Usiminas espera crescimento de 5% em volume de vendas de produtos siderúrgicos para o mercado interno neste ano, na comparação com o ano passado, informou Leite. Ele lembrou que a previsão de aumento de consumo aparente do Instituto Aço Brasil (IABr) para o Brasil é de 3%.

As vendas totais de produtos siderúrgicos da Usiminas foram de 1,6 milhão de toneladas no primeiro trimestre de 2013, com crescimento de 1,5% sobre os últimos três meses de 2012. Desse total, 77,1% das vendas de aço foram destinadas ao mercado interno, o que representa um aumento de 1,5% quando comparado às vendas do quarto trimestre de 2012.

Em todo o ano de 2012, as vendas totais de aço atingiram 6,9 milhões de toneladas, com crescimento de 16,3% na mesma comparação. Desse volume 5,044 milhões de toneladas foram destinadas ao mercado interno.

Fonte: Agência Estado
Seção: Siderurgia
Publicação: 29/04/2013

Compartilhe nas redes sociais